São Bento do Sul, 22 de julho de 2018

13/06/2018 07:41

28ª edição da Feistock movimenta R$14 milhões

São Bento do Sul

A Feistock, maior feira de móveis para o consumidor final do Brasil, encerrou sua 28ª edição com sucesso de público e receita. Nos quatro dias de evento, mais de 20 mil pessoas passaram pelo pavilhão da Promosul, em São Bento do Sul (SC), a Capital Nacional dos Móveis.

Com participação principalmente de visitantes de Joinville, Blumenau, Mafra e Curitiba, o evento recebeu também pessoas vindas de longe. Como é o caso da mineira Ana Carolina Venâncio, moradora de Palmas (TO), que viajou mais de dois mil quilômetros para mobiliar a nova aquisição.

“Nós já sabíamos que, na região Sul, a indústria de móveis é bem forte e quando descobrimos a feira, pela internet, nos planejamos para vir fazer as compras da casa nova”, comenta a visitante.

Segundo a organização, essa edição representou uma movimentação diferente nos dois primeiros dias de feira. “O público foi crescente nos quatro dias. Antes, o que se notava era que a sexta-feira sempre tinha um público menor, mas desta vez, vimos a visitação aumentar de maneira gradativa”, afirma o diretor comercial da TBS - Feiras & Eventos, organizadora e proprietária da Feistock, Jonathan Roger Linzmeyer.

Para os expositores, a edição foi um grande sucesso de vendas. “A feira teve um movimento ótimo. O primeiro dia já surpreendeu, com um público com a intenção de comprar. Nos primeiros dias, a visitação foi acima da média. E no final de semana, não paramos de vender, o pessoal foi à Feistock focado em comprar”, diz o empresário Jackson Bunese, que esteve na feira representando a Bunese Metalúrgica e Lareiras Kaminofen.

Comprovando o alto poder de compra do público participante, a Feistock movimentou mais de 14 milhões de reais em vendas diretas de seus 110 expositores.

Além disso, segundo o diretor financeiro da TBS, Julio Amaral, houve uma grande repercussão no comércio local, restaurantes, hotéis e lojas sobre a grande movimentação nos quatro dias da Feistock. “Os hotéis costumam fazer reservas de uma feira para outra”, acrescenta.

Outro destaque notado pela organização foi o crescente número de excursões para o evento. “Temos infraestrutura para estacionar mais de 30 ônibus com total segurança e comodidade. Nesta edição, teve também quem veio de motorhome e ficou o final de semana no parque da Promosul durante a Feistock. Temos espaço e comodidade para atender esse público, além de toda a segurança”, completa Linzmeyer.

Com foco total para a próxima edição, em novembro de 2018, os organizadores já estão estudando novas parcerias.

Social

A Feistock contou com a participação da Rede Feminina de Combate ao Câncer, em um espaço cedido pela organização. Durante o evento, foram vendidos mais de dois mil docinhos, que terão renda convertida para a realização de exames de mamografia.

Imagens relacionadas

28ª edição da Feistock movimenta R$14 milhões
  • Imprimir
  • Entrar em contato
  • Link:
Todos os direitos reservados Cezar Miranda