São Bento do Sul, 06 de junho de 2020

01/04/2020 07:40

Cerca de 450 ligações atendidas pela Central de Orientação

Jaraguá do Sul

A Central de Orientação sobre o Coronavírus de Jaraguá do Sul já atendeu cerca de 450 ligações desde que começou a funcionar no último dia 20 até o início da tarde desta terça-feira (31). De acordo com uma das coordenadoras desse serviço, Denise Thum, as principais dúvidas são referentes à disponibilidade da vacina da gripe e de pessoas relatando sintomas gripais e pedindo orientações. “Nestes casos, transferimos as ligações para o teleatendimento médico”, informa. Ela acrescenta que o serviço também está monitorando cerca de 150 pessoas com os sintomas gripais e em isolamento domiciliar. Esse monitoramento é feito a cada 48 horas.

Outros questionamentos frequentes, segundo Denise Thum, referem-se a decretos do governador catarinense e às medidas restitivas (principalmente de autônomos ou pequenos comerciantes), quantos dias precisam ficar isolados e a necessidade de atestado médico para o trabalho, por exemplo. “As respostas são as mais variadas, mas para a vacinação, mantemos uma tabela com todas as unidades de saúde que têm ou onde acabaram as vacinas no dia; usamos o Google Drive para que todos os atendentes dos ramais tenham a informação atualizada”, explica.

Já quando as ligações são relacionadas a outras patologias ou sintomas de outras doenças, a orientação passada ao munícipe é que procure a unidade de saúde de sua referência, caso realmente necessite avaliação profissional rápida. “Também passamos o número do telefone das unidades para que possam ligar e se informar antes de sairem de casa”, complementa Denise Thum.

O contato com a Central de Orientação sobre o Coronavírus é feito pelo telefone 0800-6438089 (ligação gratuita), que funciona diariamente (inclusive fins de semana), das 7 às 19 horas. Este serviço é exclusivo para tirar dúvidas ou fazer atendimento relacionado à pandemia do Novo Voronavírus (Covid-19). “As pessoas devem usar sempre esse telefone antes de procurar algum serviço de saúde, especialmente se tiver com sintomas gripais”, frisa Denise Thum, destacando ainda que esse serviço tem como objetivo contribuir para que as pessoas não saiam de casa desnecessariamente.

Teleatendimento médico

A equipe da Central de Orientação sobre Coronaviírus também faz uma triagem dos casos de pessoas que suspeitam estarem com o sintomas da Covid-19. Por telefone, estes munícipes são encaminhados para uma equipe de cinco médicos do Centro Vida que fazem uma teleconsulta: quatro clínicos gerais e um pediatra. “É uma dinâmica que nos permite, de acordo com as impressões que nos são passadas pelos pacientes, separar sintomas mais leves, que são encaminhados para os postos de saúde, dos mais graves, cuja a recomendação é procurar um de nossos hospitais”, explica o diretor clínico da Secretaria, o médico Rogério Luiz da Silva. “Este serviço também nos permite enviar receitas e atestados via WhatsApp para quem tiver necessidade”, completa.

  • Imprimir
  • Entrar em contato
  • Link:
Todos os direitos reservados Cezar Miranda